No longa-metragem “O Homem Perfeito”, de Marcus Baldini, Luana Piovani interpreta a escritora bem-sucedida Diana Prado. Casada com o cartunista Rodrigo (Marco Luque) há oito anos, ela entra em pânico quando o marido revela que deseja se separar e que já encontrou outra pessoa. Na pílula divulgada, a atriz conta as características da personagem, que faz o possível para recuperar seu casamento. “A história é maravilhosa. Tem a loucura de uma mulher abandonada, tem momentos de psicopatia, de uma mulher que quer vingança. Essas coisas de mulher maluca”, comenta.

“O Homem Perfeito” retrata a saga de Diana para conseguir reatar com o marido Rodrigo que, depois de oito anos de casamento, a trocou pela bailarina Mel (Juliana Paiva). Com o objetivo de destruir o novo relacionamento do ex, Diana cria um falso perfil de homem perfeito em uma rede social para conquistar Mel e assim garantir que Rodrigo volte para casa. Em meio a muitas turbulências, ela ganha uma ajudinha extra do seu novo biografado Caíque (Sergio Guizé), um polêmico rockeiro que precisa limpar a imagem de bad boy que construiu ao longo da carreira.

A comédia romântica mistura o tema atemporal sobre corações partidos com um assunto atual: pessoas que se escondem por trás de perfis falsos na internet. Com roteiro de  Tati Bernardi e Patricia Corso, a produção é da Damasco Filmes e da Popcon Pop Content Films, e coprodução da Paramount Pictures e do Telecine. A distribuição é da Downtown Filmes/Paris Filmes.

Sinopse

Diana (Luana Piovani), aos 42 anos, é uma mulher bem-sucedida, com uma carreira estruturada, culta e que mantém um casamento feliz com seu marido (Marco Luque). Ao menos, é o que ela achava – até descobrir que o seu marido está lhe traindo com uma jovem aspirante a bailarina, de 23 anos. Por causa disso, ela cria um “homem perfeito” virtual para seduzir a garota e estragar o romance.

Elenco

Luana Piovani – Diana

Marco Luque – Rodrigo

Sergio Guizé – Carlos Henrique

Juliana Paiva – Mel

Eduardo Sterblitch – Tuto Andrade

Ficha técnica

Direção: Marcus Baldini

Produção: Marcus Baldini, Tatiana Quintella, Marcelo Monteiro e Renato Mimica

Roteiro: Tati Bernardi e Patricia Corso

Coprodução: Paramount Pictures e Telecine

Direção de Fotografia: Marcelo Brasil

Direção de Arte: Vera Hamburger

Produção de Elenco: Francisco Accioly e Anna Luiza Paes de Almeida

Figurino: Letícia Barbieri

Montagem: Danilo Lemos

Sobre o diretor

Marcus Baldini foi criador e diretor do longa-metragem “Bruna Surfistinha” (2011), um sucesso de bilheteria no cinema brasileiro, com mais de 2,5 milhões de espectadores e 11 indicações nos prêmios da Academia de Cinema Brasileiro. O filme deu origem à série “Me chama de Bruna”, já em sua terceira temporada, transmitida pela Fox Premium, onde trabalhou como produtor associado.

Foi diretor da série de TV “PSI” (2014), para o canal HBO, indicado ao International Emmy Awards 2015 nas categorias de melhor Série Dramática e melhor ator. Dirigiu também o longa-metragem “Os Homens São de Marte e é Pra Lá Que Eu Vou”, grande sucesso de bilheteria no ano de 2014, com mais de 2 milhões de espectadores no cinema e premiado como Melhor Filme de Comédia de 2015 no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro e na Academia Brasileira de Cinema. Este filme também se tornou uma série de TV no canal Globosat, com três temporadas no ar.

Dirigiu dois episódios da série de TV “Preamar” (2012) para a HBO América Latina e codirigiu a série “Natalia” (2010), para EBC – TV Brasil. Em 2018, volta aos cinemas com dois lançamentos “Uma Quase Dupla”e “Homem Perfeito”.

Formado em Rádio e TV pela Escola de Comunicações e Artes (ECA-USP) em 1998, iniciou sua carreira como diretor de divulgação na MTV Brasil. Diretor de vários videoclipes e centenas de comerciais, recebeu prêmios em grandes festivais de publicidade, como Londres, Nova York e FIAP Brasil.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here